Viagem Mineira – Mariana

Continuando meus posts mineiros, depois de Ouro Preto, e antes de Inhotim, passei por Mariana.

Saímos cedinho de Ouro Preto de trem para chegarmos à cidade de Mariana uma hora depois. O trem é estilo maria fumaça, sabe? Uma gracinha. A vista da janela do trem é maravilhosa, sempre mostrando muita natureza.

Chegando a Mariana já fomos recebidos com a arquitetura linda e maravilhosamente histórica, assim como Ouro Preto, a cidade também tinham casinhas maravilhosas. Mariana é conhecida por suas minas de ouro, e a economia local depende do turismo e da extração de minérios. A cidade foi a primeira vila, cidade e capital do estado de Minas Gerais e na sua origem lá no século VXII foi uma das maiores produtos de ouro para o Império Português.

Andamos, e andamos por lá, vimos praças, igrejas e monumentos. Após o almoço, tiramos um tempo para descansar (ou melhor, eu tirei uma soneca) e depois fomos para uma das minas existentes de lá, chamada Mina da Passagem.

A Mina da Passagem é a maior mina de ouro aberta a visitação. A descida para as galerias subterrâneas é feita de um modo muito legal, através de um trolley, parece um mini carrinho de montanha russa e você se sente um dos sete anões indo trabalhar. O “túnel” chega a 315m de extensão e 120m de profundidade. O cenário do interior da é fantástico, foi uma experiência incrível, o passeio é todo guiado e explicado a cada passo.  E pasmem, desde a sua fundação no início do século XVIII, foram retiradas aproximadamente 35 toneladas de ouro. Mas não achei nenhum perdido por lá.

A mina é um dos passeios que eu mais gostei da minha viagem mineira, ouvir histórias locais é sempre bom né?

Este post foi publicado originalmente no Cabide Colorido. O Cabide Colorido é um blog e um canal no Youtube criado para encorajar e inspirar o público a ser o melhor deles, a saírem de suas zonas de conforto e a se aventurar pelo mundo! E toda quinta-feira eu faço um post lá.

Compartilhe

Deixe uma resposta