Hostel na Guarda do Embaú

Eu sou a louca da pesquisa, e sou apaixonada pela Guarda do Embaú! Se você nunca ouviu falar na Guarda, clica aqui. Mas se você já ouviu falar, provavelmente já ouviu a palavra paraíso como adjetivo para descrevê-la. E hoje eu trago o hostel na Guarda do Embaú que me deixou com a mesma sensação.

Eu tenho como objetivo anual ir pelo menos uma vez por ano para lá e eu ainda não tinha ido esse ano, então eu estava com abstinência. Juntei os amigos, e falei “VAMO?” e eles “VAMO!” então comecei a procurar onde poderíamos ficar. Como estamos em um mês que o clima é bem incerto, e também íamos ficar apenas dois dias, tentamos fugir dos campings e fui em busca de hostel ou airbnb.

E foi aí que eu encontrei o paraíso no paraíso.

Um hostel chamado Hostel Surf Paradise me chamou a atenção desde o inicio pelas fotos. Aí perguntei valores, disponibilidade e desde o início fui muito bem atendida. Eu faço muitas perguntas, e eles me responderam todas elas com toda a paciência da vida! Reservei com quase 1 mês de antecedência, porque além de louca, também sou ansiosa.

Chegando no grande dia, fiz a minha mochila, fizemos compras de algumas comidas no mercado e partimos bem cedinho em direção a Guarda. Da minha cidade demoramos em torno de 3 horas para lá. Antes de fazer check-in no hostel, passamos em uma padaria que sempre vamos chamada Empada Madre e tomamos um café, indico o bauru deles, é com ovo e muito bom!

Como uma boa taurina, eu precisava encher a barriguinha antes de começar o dia, então após o café fomos para o hostel! Chegamos e já fomos recebidos com muito amor. Que lugar mais lindo! Devo dizer que a primeira impressão que tive foi “eu quero morar aqui“. Tudo muito organizado, limpo e colorido. Cada quarto leva o nome de uma reserva do surf!

Manu Fernandes - Hostel na Guarda do Embaú

Esse era o nosso quarto. <3

O hostel tem desde quartos duplos, até quarto para quatro pessoas, como fomos em 7 pessoas, fomos divididos em 2 quartos de 4 camas. Infelizmente esqueci de bater foto dos quartos antes da gente dominar tudo com mochilas, e utensílios mas os quartos eram uma graça! E algo que me chamou atenção foi a quantidade de plantinhas que eles cultivam! Sério, é muito amor.

Manu Fernandes - Hostel na Guarda do Embaú
Olha a quantidade de plantinhas, muito amor né?
Manu Fernandes - Hostel na Guarda do Embaú
Olha a quantidade de plantinhas, muito amor né?

Eles oferecem roupa de cama, se o clima tiver friozinho é legal você levar de casa uma coberta. Os banheiros são super bonitinhos, e a cozinha tem todos os utensílios necessários para fazer um rango bom, você só precisa levar a comida (como de costume). Lá eles tem diversas mesinhas, cadeiras e REDES (sim, você leu certo). Eles também oferecem alguns jogos para você se divertir. A gente levou uno e poker, e a diversão foi garantida. Mas lá tinha cartas e alguns jogos de tabuleiro. Nós levamos nossas comidas, mas eles também oferecem algumas opções de café da manhã no preço bem camarada.

Manu Fernandes - Hostel na Guarda do Embaú
Redes, banquinhos, natureza, aconchego.

Mas meu maior parabéns, acima de tudo, foi para o atendimento, desde o começo nos deram atenção e se mostraram preocupados com o nosso bem estar. Indico muito esse cantinho!

Com certeza vou voltar, não só uma, mas muitas vezes.

Manu Fernandes - Hostel na Guarda do Embaú

Se fosse gosta de praia, clique aqui e conheça 5 praias que mais amo em Santa Catarina.

Este post foi publicado originalmente no Cabide Colorido. O Cabide Colorido é um blog e um canal no Youtube criado para encorajar e inspirar o público a ser o melhor deles, a saírem de suas zonas de conforto e a se aventurar pelo mundo! E toda quinta-feira eu faço um post lá.

Compartilhe

Deixe uma resposta